Melhore sua visão naturalmente sem óculos, você só precisar ler isto!


3 Técnicas para Aumentar o Foco e Melhorar Visão

Para ter uma boa visão, melhorar visão, alguns detalhes são muito importantes, aumentar o poder de foco é um deles. Por isso, hoje, vamos conversar a respeito de três técnicas instantâneas para melhor seu foco. Sim, você fará esses exercícios e na mesma hora já perceberá que é possível melhorar a visão.

Na verdade, não é só um trio de exercícios, mas 3 sequências. Em cada uma delas você vai melhorando o foco. Menos de cinco minutos em cada etapa e a melhora em sua visão é perceptível.
E funciona tanto pra longe, quanto perto. São exercícios que ajudarão você a melhorar seu foco tanto nessas duas distâncias, quanto ainda na meia distância.
Mas não se engane, não é mágica. São exercícios. E mesmo que você já esteja cansado de todos lhe dizendo o que fazer, com aquele monte de receitas e dicas. Mesmo que você esteja calejado disso e desconfie de tudo que eu vou falar hoje, esse método é para você.

Portanto, não tenha receio e experimente. Afinal, não possui contraindicação!

 

Melhorar Visão – Preparando-se para os exercícios

Mas antes de qualquer coisa é bom começar todos exercícios com um centramento. Conseguindo se colocar no foco de si mesmo para então melhorar visão. Se livrar da pressão do dia-a-dia, do estresse e estar preparado para os exercícios.

Massageie a parte de trás do pescoço, sua nuca, com as mãos e bata o pé no chão. Respire fundo e faça isso durante alguns segundos. Na sequência, bata no peito com a pontinha dos dedos enquanto respira fundo. Tudo com olhos fechados.
Feche os olhos e dê três respirações profundas subindo os ombros enquanto puxa o ar. Solte então o ar e os ombros tudo de uma vez só.
Agora você está pronto para os exercícios!

Exercícios Para Melhorar a Visão

1ª técnica – Visualização (longe)

O primeiro deles é específico para longe, então procure algo que está longe de você, talvez na outra parede, um quadro, um lustre ou qualquer outra coisa. Se estiver perto de uma janela e for durante o dia, aproveite para focar em algo fora de casa, o mais longe possível.
Mas não se esqueça, sem óculos ou lentes. Piscando de três em três segundo e olhando para aquele objeto. Passeie seus olhos por ele. Procure por detalhes e contornos, sem forçar ou apertar os olhos.

Aproveite para estimular a visão periféricas balançando as mãos ao lado da cabeça, Passeie com as mãos pelo lado da cabeça.
Na sequência, cubra os olhos alternadamente, rápido mesmo, um e depois outro com a mão em formato de concha, sem apertar, só cobrir. Isso faz com que seu cérebro tenha a noção que você quer enxergar com os dois olhos igualmente.
Feche então seus olhos sem apertar. Comece a imaginar aquele objeto chegando mais perto de você, até que ele esteja colado em seu nariz.

Sua mente comanda seu corpo, e com os olhos fechados o cérebro vai fazendo seu foco melhorar, exercitando seu cristalino, a mácula, pupila e todos os seus músculos ligados a visão. Seu cérebro não sabe se o que você está imaginando é real ou não, então ele melhora o foco para o olho se ajustar àquele objeto. Depois é só abrir os olhos e perceber a diferença. Repita algumas vezes esse mesmo processo de imaginação.

2° Técnica – Convergência (meia distancia)

Já essa segunda técnica trabalha dinâmica de convergência e divergência, é aquele exercício de ficar “vesguinho” e depois não ficar.

Primeiro, coloque o dedo na frente dos olhos, há uma distância mais ou menos de 30 cm, olhe para o dedo, pisque e traga o dedo para a ponta do nariz. Segure por uns cinco segundos, ainda olhando para a ponta do dedo e depois volte a estender o braço. Repita esse movimento 10 vezes.

Você está convergindo em um ponto, trabalhando o cristalino e toda musculatura ao redor do seu globo ocular.

Sempre focando no dedo, se sentir algum incômodo, faça uma massagem na região entre os olhos.

Na sequência, use agora 2 dedos, alinhe os dois na frente dos olhos. O primeiro a um palmo de distância e o segundo a dois palmos. Foque no primeiro e veja o segundo se duplicar ao fundo.
Se você ver os dois quer dizer que seus olhos estão equilibrados, se não ver, tudo bem, com o treino você vai conseguir.
Foque no primeiro dedo por 10 segundos, descanse, e repita por 10 vezes.

A próxima parte é olhar para a palma da mão a um palmo e meio  de distância dos olhos, com a outra mão, pinçe a ponta do nariz com o indicador e o polegar. Tente olhar para as duas unhas ao mesmo tempo e então tire a mão do nariz e olhe para a palma da mão novamente, ativando o foco naquela distância novamente e perceba tudo ficando mais claro.

Mas lembre-se que os exercícios são um conjunto, o que é de perto, melhora também sua visão de longe e vice-versa.

3° Técnica – Leitura (perto)

A próxima técnica é simples, você vai precisar ler. Mas é uma leitura do jeito certo.

Segure uma folha (com algo escrito, obviamente) a uns dois palmos de sua visão, 30 centímetros, mais ou menos. Encontre uma distância onde você enxerga a letra, mas ela não fica tão clara para você.

O primeiro segredo aqui é ler letra por letra, fazer o foco em cada pontinho. Um jeito de treinar isso é virando o papel de ponta cabeça e ler com a folha de cabeça para baixo, assim você se sentirá obrigado a ir focando letra por letra. Aos pouquinhos vai ficando mais fácil, continue piscando de três em três segundos e depois de um minutinho lendo, vire a folha de volta e irá perceber que tudo já ficou melhor.
E para melhorar visão ainda mais, descubra seu olho mais forte e o mais fraco para ler. Cubra um deles com a mão em concha, sem apertar, depois o outro. Teste os dois e descubra com qual você lê mais nítido e qual lê mais embaçado. Encontre qual é o mais forte, cubra-o com a mão e então leia com o olho mais fraco.

Com o olho mais forte ainda coberto, encoste a folha no nariz e foque nas letras, vá passando o seu olho letra por letra, ainda que não consiga formar as palavras. Volte pra primeira posição estendendo o braço e veja tudo já com mais foco.
Descubra agora o olho que estava coberto com a mão e perceba as letras ficando mais claras e maiores. É simples melhorar visão.

Dica extra para melhorar visão

Por fim, um extra, uma mistura das técnicas de convergência, leitura e visualização.

Foque em uma letra, depois coloque os dedos (indicador e polegar) pinçados no nariz, foque nas 2 unhas por alguns segundos, tire a mão, e olhe para as letras novamente no papael. Na sequência, feche os olhos e “imagine” essa letra crescendo, dê um zoom imaginário também por alguns segundos e então abra os olhos e veja o resultado.

Sim, em pouco tempo de exercícios é possível melhorar visão e perceber mudanças incríveis! E o melhor: tudo de modo natural e prático. É só começar a praticar.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.

Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF